sexta-feira, 20 de novembro de 2009


Ela era branca, branca.
Dessa brancura que não se usa mais.
Mas sua alma era furta-cor.

Mário Quintana

6 comentários:

Marcelo Mayer disse...

bela citação! pessoas ignorantes podem te cgamar de racistas, pq hj é dia 20 de novembro rs

Ni ... disse...

Nem me dei conta disso, Marcelo. Até pq a brancura aqui não é algo na moda e nem bem vindo...
Preferia mesmo ser moreninha a ter toda esta brancura... rsrs

Ainda bem que minha alma é colorida, rs

a n d r é a disse...

Linda a citação! Mario Quintanda é um dos meus poetas favoritos!

Aqui só tem almas coloridas =)

Escrevo Palavras. E Choro Poemas disse...

Lindo! amo Mario Quintana, obriaga por sua participação no meu blog! bj***

Fernanda Cozendey disse...

ah, mário;
um gracejo :*

Fran disse...

Quintana é tão leve :)
Muito bom esse espaço, também tenho um outro blog só com textos de autores...

Beeijão!