sábado, 12 de setembro de 2009


"Chuviscou só.
Mas não apagou o fogo aqui dentro.
Onde as histórias são tantas e as lembranças muitas.
Onde há poeira nas coisas antigas.
[Menos nas emoções que, essas, são sempre limpinhas].

Do mais, tou bem.
Ando costurando os trapos.
Sou especialista na arte dos remendos."


Serena - Cris

4 comentários:

Lela disse...

Ni!!

Gostei muito da sua visita no En[s]trelinhas! Seja super bem vinda! Agradeço o carinho e que bom que gostou de lá. E eu A-D-O-R-E-I aqui, os outros rastros, e os seus também. Riquíssimos os dois blogs.

Quanto a Pasargáda... Desisti da viagem. Assim não verei com meus olhos se lá é tão mais colorido que aqui.

Apareça sempre!

;)

O Profeta disse...

Troquei as voltas a um Golfinho feliz
Afagei a cria de uma Baleia azul
Confundi uma nuvem com ilha encantada
Perdi-me na rota entre o Norte e o Sul

Aprisionei o olhar de uma gaivota
Enchi a alma com penas de imensa leveza
Enchi o coração de doce maresia
Adormeci nos braços da incerteza

Vem viajar comigo no meu barco de papel


Bom domingo

Doce beijo

[ rod ] ® disse...

A tempestade pode ser somente de poucos pingos e causar um estrago enorme.

É o aprender pelo sofrer.

Bjs,





dogMas...
dos atos, fatos e mitos...

http://do-gmas.blogspot.com/

Pétala disse...

Amei, o texto! Será que tem curso para se aprimorar na arte dos remendos? kkkk, acho qur ando precisando.

Beijos e pétalas.